Header Ads

Nós resistimos: Mulheres no League Of Legends

League Of Legends é um jogo do gênero MOBA (Multiplayer Online Battle Arena) lançado em outubro de 2009 que virou febre mundial. Segundo a Riot Games, empresa que desenvolve o jogo, já foram alcançados cerca de 67 milhões de jogadores ativos. O objetivo principal é destruir o Nexus da equipe adversária. Ao todo são 10 jogadores, chamados de "invocadores". Cada equipe possui diferentes funções, sendo elas Meio, Topo, Caçador, Atirador e Suporte.

Mas é preciso falar sobre um assunto muito importante: atuação das mulheres no cenário brasileiro de League Of Legends. De 2013 a 2017 o público feminino cresceu cerca de 12,6%, mas vivenciar este cenário como mulher gamer tem sido difícil. Dentro do LoL, não somos criticadas por nossas habilidades, mas simplesmente por sermos do sexo feminino.


Várias vezes escutei dos meus colegas de jogo "Ela é garota, então deve jogar de suporte" ou "Ela não está jogando bem, é mulher. Não fica bravo, dá um desconto". Quando algum desconhecido descobre que sou mulher durante o jogo, começam as piadas "Lugar de mulher é na cozinha, desinstala o jogo". Quando não somos insultadas pela jogabilidade, começam a nos sexualizar e assediar no chat, principalmente streamers mulheres que são figuras públicas.


O ambiente é tóxico. Na maioria das vezes, quando não estou jogando com amigos, uso muteall para evitar ler comentários hostis dos outros jogadores. É difícil ter vontade de continuar jogando sendo desmotivada o tempo todo, e isso não é uma angustia pessoal, mas coletiva. Em 2012 o blog PriceCharting entrevistou 874 jogadoras, 63% deu um tempo do jogo e outras 9% desistiram permanentemente por causa deste ambiente machistas. Ou seja, não estamos permitindo que jogadoras evoluam e melhorem no jogo.

Em 2016, a Riot Games fez um mini documentário no Dia Internacional da Mulher para homenagear as melhores jogadoras brasileiras de LoL. Mostrando que, mesmo com o machismo, nós resistimos.
---

---
por Clarisse Lebre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.