Header Ads

Festival de Esquetes Teatrais é opção cultural desta semana



Comédia, drama, imaginação, fantasia e reflexão são alguns dos atrativos do IV Festival de Esquetes que acontece na próxima sexta-feira, dia 19, às 20 horas, no Teatro Plácido de Castro. Promovido pela Cia. de Teatro Expressão, o evento é resultado da oficina organizada e realizada pelos professores Daniel Scarcello e Jocilene Barroso, atores da Companhia.



Com início em novembro de 2016, a oficina teve como objetivo despertar o gosto pela arte cênica, além de ajudar os alunos a perderem a inibição ao se expor em público. Com encontros às segundas-feiras, no Teatro Recreio (localizado na Rua Eduardo Assmar, em frente ao Calçadão da Gameleira), os participantes tiveram a oportunidade de aprender exercícios de corpo e voz, criar diálogos de improviso e textos para cenas curtas – as esquetes teatrais.

Com experiência adquirida no Catac (Centro de Antropologia do Teatro e Antropofagia do Cinema), a professora Jocilene Barroso leva seu aprendizado durante para as aulas da oficina.  “A ideia é trabalhar, com iniciantes, composição de personagem, voz, postura, como se comportar no palco, perder a timidez, criar novas amizades. Ser válvula de escape para a sociedade ir lá, fazer teatro e se divertir. Passar o que eu gosto de fazer e sempre fiz”, afirma.

 “O meu foco é o trabalho de ator, que deve estar vivo, sempre presente com o personagem em cena”, pontua a professora, atriz da Cia. de Teatro Expressão.
O ator e jornalista Daniel Scarcello, professor da oficina, afirma que o festival é uma forma de mostrar o resultado do que os alunos aprenderam na oficina. “Os esforços de atuação e de montagem são os mesmos de um espetáculo. O festival foi uma ideia muito interessante, construída durante a oficina, com as ideias dos alunos, que participaram de toda a etapa da montagem”.

Daniel começou a fazer teatro em 2006 e não parou mais. “Fiz oficina da Cia. Garatuja [de Artes Cênicas], estudei teatro no Rio de Janeiro, participei da Trupe do Banzeiro e, depois, comecei a fazer parte da Cia. de Teatro Expressão”.
 
A experiência dos alunos
Estudante do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal do Acre, Emilie Rocha conta que soube da oficina por meio de um colega. “Eu sou apaixonada por teatro desde muito nova. Há dois anos pesquisei mais e pretendo levar como uma carreira”. A jovem de 19 anos diz que, quanto às aulas, aprendeu bastante. “Agora, quando entro no palco, tenho noção de coisas que devo observar, fui crescendo com relação à prática, técnicas e teoria”, declara.

 Atuando pela primeira vez, o servidor público Júnior Rodriguez acreditava ser inseguro. “Descobri que o teatro aflorou em mim algo que eu já tinha. E eu consegui externar o que estava dentro e não achava vazão em nenhum lugar”. Júnior desenha desde criança e também é escritor. Graduado em direito, ele sonha em trabalhar com arte. “Enquanto isso não deslancha, eu sigo no Direito”, afirma o servidor do Ministério Público do Estado do Acre.

Os ingressos para o festival (20 reais, entrada inteira e 10 reais, a meia-entrada) podem ser adquiridos por meio do telefone 99907-3259 (falar com Jocilene Barroso) ou no Teatrão, a partir das 18 horas, no dia do evento.

Para os interessados, novas turmas serão formadas em breve. As turmas infantis recebem crianças a partir de quatro anos de idade. Para o público infantil, a nova oficina terá início daqui dois meses e a formação de adultos terá início no dia 22 de maio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.