Header Ads

O piano

 

No próximo sábado o cineclube opiniões exibe na Filmoteca Acreana às 19h o drama de Ada McGrath em “O Piano”. O filme retrata a sofrida história de uma mulher que para de falar aos seis anos de idade e comunica-se através do instrumento que dá nome ao filme. Ela se muda para Nova Zelândia recém-colonizada, onde conhece seu  futuro marido, que recusa-se a transportar o piano. Ada logo antipatiza com o marido.


Mas o administrador George Baines se interessa pela mulher e decide adquirir instrumento. Ele promete devolvê-lo caso ela lhe ensinasse a tocá-lo. Com o tempo, as tais aulas de piano vão se tornando encontros sexuais. A cada intimidade que Ada proporciona a George, uma tecla do piano lhe é entregue. De forma que, quanto mais intimo os encontros forem, maior será o pagamento.

A chantagem de George acaba transformando-se em um relacionamento entre ele e a personagem principal, o que gera a fúria do marido traído. O interessante é analisar o grau de complexidade dos personagens, que ao primeiro momento podem gerar antipatia, mas que ao decorrer da história transformam-se em seres complexos que passam os mais contraditórios sentimentos.

O Piano é um filme áustralo-franco-neozelandês de 1993, escrito e dirigido pela neozelandesa Jane Campion. O longa rendeu a Anna Paquin, que aos 11 anos de idade representou a filha de Ada, o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar.


PORTANTO, NÃO SE ESQUEÇA!

QUANDO: Dia 07de julho, sábado

ONDE:  Na Filmoteca Acreana (Anexo a Biblioteca Pública)


HORAS: 19h

TRAILER:


Um comentário:

Tecnologia do Blogger.